Redes Sociais

twitter facebook

Repetir isto era sonho e pesadelo

https://secure.cache.images.core.optasports.com/soccer/teams/150x150/1710.png

Repetir isto era sonho e pesadelo

Mensagempor Maria Coelho em 25 ago 2019, 09:58

https://www.iol.pt/multimedia/oratvi/multimedia/imagem/id/5bba6f9b0cf282952f0564dc/960

Os candidatos, os verdadeiros candidatos, aparecem nestes momentos. Na época passada, o Sporting visitou Portimão, não aproveitou a derrota de um rival e mostrou que poderia não estar preparado para lutar pelo título. Sinais que se confirmaram, mesmo com a mudança no corpo técnico. Entretanto, muita coisa mudou. Não há Nakajima do outro lado para fazer a cabeça leonina em água, há um Sporting mais competitivo, mas algo intermitente, ainda assim, à procura, quiçá, de um triunfo verdadeiramente convincente para arrancar rumo a um ataque ao título propriamente dito. O sonho Se remetemos para o título estes dois planetas tão diferentes e tão distantes, começamos por falar sobre a realidade do Portimonense, para quem a repetição do resultado e do jogo da época passada seria um autêntico sonho. Marcar quatro ao gigante Sporting e ganhar não é para qualquer um... Nos comandados de Folha continua-se a procurar um jogo positivo, de posse, de controlo pelo passe mais curto. Filosofia bem patente na primeira jornada e não muito respeitada em Tondela, algo que não agradou em nada ao comandante, que não deixou de encontrar dados negativos nos primeiros três pontos do campeonato.

Diante de um rival como o Sporting, será difícil dominar, muito menos ter o controlo total da partida. O Portimonense terá de ser uma formação bem mais proativa sem bola e, outra vez, criativa com o esférico nos pés. Difícil na prática, mas possível, segundo a pessoa que melhor conhece o plantel algarvio. O pesadelo Para o Leão, é preciso mais regularidade e consistência. O jogo tem 90 minutos, passa por diversas fases e a equipa de Keizer ainda tem alguma dificuldade para gerir todos os momentos, algo que ficou bem patente nos fogachos da Madeira e nos 45 minutos de quase ausência atacante diante do Braga. É preciso menos responsabilidade nos ombros de Bruno Fernandes, até porque o médio português, depois de mais um verão de competição e especulação, ainda procura o melhor ritmo, quer físico, quer mental. É capaz de quase tudo num campeonato como o nosso, mas, durante as primeiras aparições dos verde e brancos em 2019/2020, foi possível perceber a mesma e perigosa Brunodependência. Será o Leão capaz de aproveitar o desaire do grande rival e afastar os fantasmas da época passada? Será o Portimonense uma equipa preparada para fazer outra exibição de gala contra um dos melhores? A bola vai rolar e vamos ter resposta...ou alguma coisa parecida com isso.

https://www.zerozero.pt/img/galerias/originais/355/583355_ori_regressos_e_jogo_treino_com_os_sub_23.jpg

A diferença passa por...

https://www.zerozero.pt/img/galerias/754/595754_med_liga_nos_portimonense_x_belenenses_sad.jpg.jpg

Não renunciar ao ADN
O Portimonense é uma equipa que gosta de jogar o jogo pelo jogo, mesmo diante de rivais de elevado grau de dificuldade. Perante o Sporting, terá de haver mais personalidade do que aquela que se assistiu em Tondela. A equipa recuou demasiado, perdeu tempo e não foi igual a si própria.

https://www.zerozero.pt/img/galerias/084/598084_med_sporting_x_sc_braga_liga_nos_2019_20_campeonato_jornada_2.jpg.jpg

Leão tem de durar mais

Um Sporting que não conseguiu apresentar um grande nível durante os 90 minutos e que acabou punido com isso na Supertaça e na primeira jornada. Na semana passada, contra o Braga, voltou a existir irregularidade, mas os três pontos ficaram...com felicidade.

Texto retirado do zerozero.pt
Maria Coelho
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 6040
Registado: 13 mai 2019, 23:05

{ SO_SELECT }

{ SHARE_ON_FACEBOOK } Facebook { SHARE_ON_TWITTER } Twitter { SHARE_ON_ORKUT } Orkut { SHARE_ON_MYSPACE } MySpace

Voltar para Portimonense Sporting Clube

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante