Redes Sociais

twitter facebook

Livres, mas presos ao ponto

Livres, mas presos ao ponto

Mensagempor maririta.78 em 15 set 2019, 22:13

https://www.zerozero.pt/wimg/n262895b/livres-mas-presos-ao-ponto.jpg

Foi com dois livres diretos que Boavista e Sporting empataram a um golo no fecho da jornada. A primeira aparição de Leonel Pontes não foi brilhante, o que muito dificilmente podia acontecer tendo em conta o tempo de preparação e as várias ausências, mas mostrou alguns bons aspetos (Bolasie, por exemplo). A certa altura, as duas equipas quiseram ganhar, mas depois houve um claro receio, sobretudo após a expulsão de Bruno Fernandes, e os pontos foram divididos de forma justa. Livre x preso Foi de livre direto, num pontapé fabuloso de Marlon, que o Boavista conseguiu o tónico perfeito para ficar, muito cedo, confortável no jogo. Contra uma equipa acabada de mexer no comando técnico, nada melhor do que, deste modo, abanar com a confiança com um golo. Sem muito fazer por isso, é certo, mas com a certeza de que tal era fundamental.

https://www.zerozero.pt/img/galerias/originais/910/606910_ori_liga_nos_boavista_x_sporting.jpg

O Sporting alicerçou-se na mudança de peças, quase todas forçadas, e nem foi a falta de entrosamento o aspeto que mais sobressaiu. Foi, isso sim, a dificuldade em agir rápido e bem em simultâneo: ora era rápido mas mal, ora era bem só que lento e previsível. Em 4x2x3x1, o farol da equipa continuava a ser Bruno Fernandes, que foi densamente marcado por Ackah (colocado precisamente para esse efeito), sem que outro foco de luz surgisse - Raphinha faz falta. Com tudo o que de previsível o Sporting fazia, o Boavista lidava bem. Aqui e ali, Bolasie conseguiu receber e rematar, embora em zonas controladas. O sistema de três centrais, novamente escolhido por Lito Vidigal, tirava alguma capacidade de ter bola em ataque continuado (no fundo, era quase sempre na transição que o Boavista subia), mas parecia ser certeiro para anular o Sporting. E assim o foi durante quase uma hora de jogo. Na segunda parte, o Sporting mexeu com a entrada de Jesé e a passagem de Plata para o meio (estava a ser uma nulidade à direita). Assim, a equipa melhorou. Até porque Acuña, igualmente muito abaixo do esperado como extremo, recuou e passou a estar melhor. Só que, bem vistas as coisas, era tudo resolvido pela equipa portuense, com maior ou menor dificuldade. Caído do céu, mas justo A forma como Bruno Fernandes, também de livre, embora neste caso com um desvio precioso de um adversário, conseguiu o empate foi fortuita, mas não surpreendeu. Se, na primeira parte, o Boavista acrescentava à sua boa organização uma interessante capacidade para sair em contra-ataque, na segunda houve um divórcio desses ataques até ao golo.

https://www.zerozero.pt/img/galerias/originais/917/606917_ori_liga_nos_boavista_x_sporting.jpg

Surgiram depois, outra vez, e trouxeram, juntamente com vários lances de bola parada, a sensação de que a equipa da casa queria ganhar tanto como o adversário. E que melhoria teve o jogo, lá e cá, num lado e no outro. Claro que o Sporting, pelos pergaminhos e responsabilidade que carrega, esteve mais vezes no meio-campo contrário (muito bem Bolasie a dar-se ao jogo), mas não se pode dizer que tenha sido mais perigoso. Nesse aspeto, os últimos 20 minutos foram divididos e incertos. Acabaria, porém, com um momento incomum: a expulsão de Bruno Fernandes, que fez com que os adeptos dos dois lados ficassem desesperados ao verem que, nos descontos, ambas as equipas estavam muito mais preocupadas em não perder do que tentadas a ganhar. Foi, assim, uma justa divisão de pontos.

A Chave
Mexida ao intervalo: era um Sporting demasiado mole e previsível o que no primeiro tempo se apresentou, nas incursões no último terço. Leonel Pontes mexeu, tirou Borja, baixou Acuña, lançou Jesé e passou Plata para o meio. Bastante melhor a equipa depois desse momento.

O Árbitro
Expulsou Bruno Fernandes e esse foi o ponto mais discutível, se bem que o português tanto reclama que se coloca a jeito. Nos lances duvidosos nas áreas, decidiu bem.

O Melhor

https://www.zerozero.pt/img/geral/371425_med_.jpg.jpg

Vivacidade depois do 1x1
O Boavista estava totalmente alheado da intenção de atacar no regresso dos balneários. A ordem era exclusiva para segurar o 1x0 e o empate acabou por animar, e de que maneira, o jogo, com lances perigosos de parte a parte. Sem ter sido deslumbrante, foi rasgadinho e cheio de incerteza.

O Pior

https://www.zerozero.pt/img/geral/371426_med_.jpg.jpg

Tremideira atrás
Até se podia perceber pela inclusão do estreante Rosier ou de um Luís Neto não tão rodado, mas não. Foi com um lado esquerdo algo tremido e com um Renan que não inspirou confiança que o Sporting teimou em tornar lances casuais em lances perigosos para o Boavista. A corrigir.

Texto retirado do zerozero.pt
maririta.78
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 43159
Registado: 13 ago 2016, 02:15

{ SO_SELECT }

{ SHARE_ON_FACEBOOK } Facebook { SHARE_ON_TWITTER } Twitter { SHARE_ON_ORKUT } Orkut { SHARE_ON_MYSPACE } MySpace

Voltar para Boavista Futebol Clube

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante