Redes Sociais

twitter facebook

Giro: Capitão do Caldas enverga braçadeira rosa

Giro: Capitão do Caldas enverga braçadeira rosa

Mensagempor admin em 18 Oct 2020, 05:16

https://thumbs.web.sapo.io/?W=775&H=0&delay_optim=1&webp=1&epic=ZTNi6RCU+qJ/1X5RJp8UcvKoqur3qmcAu/s61poYRv5rbjZ/THrmMw74iE4HZ7cDEHYJ881qwM23WV8UChFzwe6G9sb2uezlDaJvboC2uC3RA64=

Giro: Capitão do Caldas enverga braçadeira rosa para “dar força” a João Almeida

Este domingo, Thomas Militão e toda a equipa do Campeonato de Portugal vão "prestar homenagem e dar força" a João Almeida na Volta a Itália.

O defesa Thomas Militão, capitão de equipa do Caldas no Campeonato de Portugal de futebol, vai entrar em campo no domingo com uma braçadeira rosa para "prestar homenagem e dar força" a João Almeida na Volta a Itália.

No domingo, o Caldas recebe o Sacavenense, à procura de estender um registo imaculado no Campeonato de Portugal, com duas vitórias em dois jogos, quatro golos marcados e nenhum sofrido, pelas 15:00, altura em que João Almeida continuará a bater-se pela liderança da geral da Volta a Itália.

Em campo entrará Militão, capitão há vários anos do único clube que representou, com a braçadeira que o identifica como líder da equipa caldense de cor rosa, como a camisola que também identifica o líder do ‘Giro', há 11 dias no corpo do ciclista português.

"A ideia não surgiu da minha parte, mas dos responsáveis do clube, porque o João é de A-dos-Francos [nas Caldas da Rainha], e esta zona está bastante mobilizada, está a viver isto com muita emoção, intensidade, quer apoiar bastante o João. Foi a forma que o clube arranjou de lhe prestar homenagem e lhe dar força para que continue a fazer história", conta à Lusa o defesa, de 28 anos.

O luso-francês, que jogou a carreira inteira no Caldas, tem acompanhado a prova e admite ter conseguido ver duas das etapas do ‘Giro' na última semana, assistindo hoje ao contrarrelógio da 14.ª etapa.

"Tenho sofrido um pouco e ficado bastante satisfeito, com a prestação do João. Oxalá continue. Já tem feito muito, e tem feito com que as pessoas da região se sintam muito orgulhosas dele", atira.

O jovem, de 22 anos, da Deceuninck-QuickStep, continua, diz Militão, a "fazer história", com 11 dias a vestir a camisola de líder da geral, um feito que, antes dos 23 anos, só o belga Eddy Merckx e o italiano Damiano Cunego lograram, podendo ainda estabelecer um novo recorde.

"Torna-se um exemplo para nós e para todos, principalmente para os mais jovens, porque o que tem feito é histórico, e um rapaz tão novo fazer o que tem feito motiva-nos e faz-nos perceber que tudo é possível se acreditarmos e trabalharmos para o conseguir", afirma o defesa do Caldas.

Para Thomas Militão, que caminha para os 300 jogos com a camisola do seu clube de sempre, o espírito do ciclista reflete-se na "grande equipa, muito forte e unida", que tem atuado no terceiro escalão do futebol nacional e que quer estar "no lugar que merece, que é o primeiro lugar".

"O João é um exemplo e uma motivação para nós. (...) Queremos fazer uma época grande, uma época à Caldas. Esperemos que [domingo] a motivação do João nos motive a nós, que a sua força seja a nossa, e que a nossa seja a dele. Que seja um bom dia para a região caldense, com uma boa etapa do João e uma grande vitória do Caldas, de certeza que também é o que o João mais quer. Que seja um dia perfeito", resume.

João Almeida (Deceuninck-QuickStep) parte hoje para o contrarrelógio individual da 14.ª etapa na liderança da Volta a Itália em bicicleta, com 40 segundos de vantagem para o holandês Wilco Kelderman (Sunweb), segundo classificado.

In Sapo Desporto
Avatar do Utilizador
admin
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 286127
Registado: 21 set 2011, 23:13

{ SO_SELECT }

{ SHARE_ON_FACEBOOK } Facebook { SHARE_ON_TWITTER } Twitter { SHARE_ON_ORKUT } Orkut { SHARE_ON_MYSPACE } MySpace

Voltar para Ciclismo

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes