Página 1 de 1

Governo do Rio de Janeiro pede autorização a Flamengo

MensagemEnviado: 26 mar 2020, 03:42
por admin
https://cdn.record.pt/images/2020-03/img_920x518$2020_03_25_20_46_32_1679321.jpg

Governo do Rio de Janeiro pede autorização a Flamengo e Fluminense para Maracanã virar hospital

Para atendimento específico a pessoas contaminadas pelo coronavírus

O Governo do Rio de Janeiro solicitou ao Flamengo e ao Fluminense, que atualmente são os administradores do Maracanã, para usar o estádio para a instalação de um hospital provisório para atendimento específico a pessoas contaminadas pelo coronavírus.

O Fluminense diz que ainda não foi notificado, mas que concorda com o pedido: "O Fluminense Football Club ainda não recebeu nenhuma notificação do Governo do Estado quanto à utilização do Maracanã como hospital de campanha, mas está de acordo para utilização do estádio para esse fim", refere o clube em comunicado.

Já o Flamengo ainda não fez qualquer comunicação oficial, mas o clube já havia colocado o Maracanã à disposição do governo, ainda antes mesmo desta requisição formal.

Entretanto, a Federação de Futebol do Rio de Janeiro, que tinha suspendido o Cariocão até o próximo domingo, já anunciou que a competição está suspensa até 30 de abril.

Por António Carlos. Rio de Janeiro. Brasil-In Record

MARACANÃ VAI CONVERTER-SE EM HOSPITAL DE CAMPANHA PARA ACOLH

MensagemEnviado: 26 mar 2020, 15:27
por admin
https://www.abola.pt//img/fotos/ABOLA2015/BRASIL/flamengoestadio.jpg

MARACANÃ VAI CONVERTER-SE EM HOSPITAL DE CAMPANHA PARA ACOLHER DOENTES


O Estádio do Maracanã, localizado na zona norte do Rio de Janeiro, vai ser convertido num hospital de campanha para tratar doentes com Covid-19, segundo avançou esta quinta-feira o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.



De acordo com o governador, espera-se que o hospital fique pronto para receber doentes dentro de duas semanas, altura em que se prevê um aumento do número de contágios do novo coronavírus.



O Estádio Olímpico Mangueirão, por sua vez, foi convertido num albergue temporário para acolher dezenas de sem-abrigo, no âmbito de uma estratégia de prevenção do contágio do novo coronavírus.



Outros clubes de futebol, como o Corinthians, o São Paulo e o Santos, ofereceram também as suas instalações para garantir o tratamento de doentes infetados com o vírus da Covid-19, caso seja necessário.


In A Bola