Redes Sociais

twitter facebook

Rony Lopes e um sonho bem real

http://i65.tinypic.com/lbqtg.png

Rony Lopes e um sonho bem real

Mensagempor admin em 15 mar 2019, 13:56

http://www.zerozero.pt/wimg/n244987b/rony-lopes-e-um-sonho-bem-real-gostava-de-ajudar-portugal-a-.jpg

Rony Lopes e um sonho bem real: «Gostava de ajudar Portugal a levantar o troféu da Liga das Nações»

No Principado mora um dos príncipes do futebol português. Rony Lopes tem o mundo aos seus pés. A seleção já bateu à porta, em França já se deliciaram... mas isso não é propriamente uma novidade. Em conversa com o zerozero, o internacional português abriu o jogo e falou de vários temas. Passou pela lesão no início da temporada, andou pelas Quinas, falou da mudança radical (e forçada) dos objetivos do Mónaco e ainda deu um saltinho até Manchester. Rony tem muito para viver e sabe disso. É um dos talentos emergentes, cumpriu o sonho de representar o país e já jogou num dos clubes mais fortes da atualidade. Mas calma: os 23 anos dizem muito, até porque há sonhos para cumprir.

«Ainda sou muito jovem, tenho apenas 23 anos e muitos objetivos por cumprir. Quero cimentar o meu nome no panorama internacional do futebol e procuro evoluir todos os dias. O meu maior sonho é o de conquistar grandes títulos a nível de clubes e, também, com a seleção portuguesa», começou por dizer. Estava tudo a correr às mil maravilhas. A época 2017/18 fantástica ao serviço do Mónaco não escapou a ninguém, muito menos a Fernando Santos. A chamada à seleção deu-se de forma natural e Rony teve direito a alguns minutos no amigável frente à Croácia. Quando tudo apontava para uma estreia na Liga das Nações chegou uma lesão muscular que borrou a pintura. A confiança, essa, continua em alta. «Foram tempos muito difíceis, mas sabia que ia voltar mais forte. Sei do trabalho que realizei para voltar a estar em bom nível e de todos os sacrifícios que fiz para chegar bem fisicamente e ajudar o meu clube. Relativamente à seleção, desde que voltei da lesão consegui somar muitos minutos no Mónaco e fazer golos e assistências, por isso acredito que posso merecer de novo a confiança do mister [Fernando Santos]», sublinhou.

Uma boa campanha levou Portugal a assegurar a presença na final four da competição que se vai realizar... em solo nacional. Rony sente-se entusiasmado e ainda confidenciou um desejo. «[A Liga das Nações] É um torneio novo, mas entusiasmante, ainda mais por ser disputado no nosso país. Gostava de ser um dos jogadores a ajudar Portugal a levantar o troféu», revelou. Um Principado em crise No Mónaco, a influência dos jogadores portugueses cresce a cada ano que passa. Rony é mais um a ganhar cada vez mais protagonismo e a satisfação é total num clube que o tem «permitido evoluir a todos os níveis» e que o «acarinha» imenso. Contra todos os prognósticos, o Mónaco entrou com o pé esquerdo e a presente época tem sido uma autêntica montanha russa. Mas o que falhou ao certo? «Está a ser uma temporada atípica. As muitas lesões quase em simultâneo e muitas saídas importantes do plantel também fizeram com que chegássemos a uma ponto negativo. No entanto, as coisas estão a melhorar e todo o grupo está focado em alcançar os objetivos propostos pelo clube até ao final da época», reforçou.

Saiu Leonardo Jardim, entrou Thierry Henry e o cenário só piorou. E português voltou a casa numa altura em que os objetivos do clube mudaram radicalmente: de lutar pelos lugares cimeiros a evitar a descida de divisão. «Se há coisa que o futebol me ensinou é que neste desporto tudo pode acontecer. Obviamente que é melhor lutar por títulos e estar nos lugares cimeiros, no entanto, temos de encarar esta mudança como uma verdadeira luta. Temos de estar unidos para ajudarmos o clube a voltar ao lugar que merece estar», afirmou. De Inglaterra para França num ápice Por falar em portugueses... Bernardo Silva. Rony coincidiu com a passagem do atual jogador do Manchester City que tantas recordações boas deixou no Principado. Mas não há qualquer herança pesada. «Não. O Bernardo é um jogador fantástico, uma pessoa da qual eu gosto muito e fico muito feliz pelo bom momento que ele está a viver no Manchester City. No entanto somos jogadores diferentes, com caraterísticas diferentes. Não sou o substituto dele nem o substituto de ninguém. Não faz sentido comparar jogadores, sejam eles quem forem», atirou.

Manchester é uma cidade conhecida e o azul uma cor familiar para Rony Lopes, já que foi para lá que viajou assim que abandonou a formação do Benfica. Bernardo «está a realizar uma época fantástica» e a sua «evolução tem sido muito positiva» num «clube ideal para continuar a crescer e a fazer a diferença». Pep Guardiola tem, obviamente, uma palavra a dizer quanto a isso. Foi por tão pouco que os dois não coincidiram, mas, no futuro, quem sabe... «Eu vou a Manchester sempre que posso. A minha mãe e o meu irmão continuam a viver lá, portanto a ligação é próxima. Passei um bom tempo e tenho um enorme respeito por todas as pessoas e adeptos do clube. Foi lá que cresci como homem e como jogador e é obviamente um emblema especial para mim. Relativamente ao futuro, sou uma pessoa que pensa mais na sua evolução pessoal e futebolística do que propriamente nisso. Uma coisa é certa: o meu presente é o Mónaco. Eles investiram e acreditam muito em mim. A minha intenção é corresponder com muito trabalho e profissionalismo». Nesta altura do campeonato, todos os jogos são encarados como finais pelo Mónaco. O momento é bom, as vitórias têm aparecido e o objetivo mantém-se a cada jornada que passa. Esta sexta-feira, Rony Lopes visita a sua «segunda casa». Conhece «o clube e a estrutura» e ainda melhor uma «massa adepta» com quem tem uma «relação muito especial». De Lille, nada de negativo a apontar. Uma cidade que acolhe cada vez mais portugueses e que está em erupção face à boa campanha de Rafael Leão, José Fonte, Rui Fonte, Xeka e companhia. Houve uma espécie de inversão de papéis com o Mónaco de uma temporada para a outra e Rony garante que todos os cuidados são poucos. «O Lille está a fazer uma época extraordinária e muito consistente. Tem uma excelente equipa e nós vamos ter que estar muito concentrados para sairmos vitoriosos do jogo. Para além de serem consistentes defensivamente, têm no ataque jogadores muito rápidos e perigosos, como por exemplo o Nicolas Pépé. Vai ser um jogo difícil, mas iremos fazer de tudo para sairmos com uma vitória», finalizou.

Texto retirado do zerozero.pt
http://i68.tinypic.com/hs7r6p.jpg
Avatar do Utilizador
admin
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 192944
Registado: 21 set 2011, 22:13

{ SO_SELECT }

{ SHARE_ON_FACEBOOK } Facebook { SHARE_ON_TWITTER } Twitter { SHARE_ON_ORKUT } Orkut { SHARE_ON_MYSPACE } MySpace

Voltar para Liga Francesa

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante